Justin Timberlake

Justin Randall Timberlake (Memphis, Tennessee, 31 de Janeiro de 1981) é um cantor pop, compositor, ator, produtor e dançarino norte-americano. Tornou-se famoso durante o período em que participou no grupo ‘N Sync. Vencedor de quatro prêmios do Grammy Awards e um do glorioso Emmy Awards. Em 2002 lançou seu primeiro álbum solo, Justified, o qual vendeu mais que 7 milhões em todo mundo. O segundo álbum solo de Timberlake, FutureSex/LoveSounds, foi lançado em 2006, com singles hits número um: “SexyBack“, “My Love” e “What Goes Around… Comes Around“. O álbum também lançou três singles adicionais, os quais foram top vinte nos EUA (“Summer Love“, “LoveStoned” e “Until the End of Time“) batendo assim o recorde que pela primeira vez um cantor masculino emplaca seis hits que entram no top vinte de um único álbum, desde Michael Jackson em 19911992 com seu álbum Dangerous.[1] Até Janeiro de 2008, FutureSex/LoveSounds vendeu mais que 8 milhões de cópias no mundo inteito. Assim com seus dois álbuns, Timberlake já vendeu mais que 15 milhões de álbuns em todo o mundo. Ele começou a gravar numa gravadora chamada Tennman e numa outra, chamada William Rast.

Infância

Timberlake nasceu em Memphis, Tennessee, filho de Lynn Harless e Randall Timberlake. Ele vêm de ancestrais ingleses. Seu avô paterno, Charles L. Timberlake, marido de Bobbye Joyce, foi ministro de uma igreja Batista. Timberlake cresceu na religião Batista; que ele mesmo considera mais “espiritual que religioso”, de qualquer forma ainda mantém o pensamento cristão. Seus pais se divorciaram em 1985 e ambos voltaram a se casar; sua mãe que agora trabalha numa com companhia de intretenimento chamada Just-in Time Entertainment, se casou com Paul Harless, um banqueiro, quando Justin ainda tinha 5 anos de idade; enquanto seu pai é um diretor de coro musical de uma igreja batista, teve dois filhos, Jonathan (nascido em 1993) e Stephen (nascida em 1998), do seu segundo casamento com Lisa. Sua meia-irmã, Laura Chwieseni, morreu logo depois que nasceu em 1997 e é a única recordação de Timberlake, como ele se refere “Meu Anjo no Céu”. Justin cresceu em Millington, uma cidade pequena ao norte de Memphis. Sua primeira tentativa de seguir uma carreira de músico foi cantando músicas country num programa de televisão Star Search, como “Justin Randall”.

Em 1993, entrou no Mickey Mouse Club (Clube do Mickey em português), onde conhecera sua futura namorada Britney Spears, sua futura parceira de turnê Christina Aguilera, e o futuro parceiro de banda JC Chasez.Quando o Clube do Mickey acabou em 1995, Timberlake convidou JC Chasez para formar uma banda de boy band, organizado por Lou Pearlman, juntamente com Chris Kirkpatrick. O grupo ficou conhecido como *NSYNC.

1995-2002: ‘N Sync

 Timberlake e JC Chasez, que se conheceram no Mickey Mouse Club, foram os dois cantores, líderes da boy band ‘N Sync que ficou conhecida popularmente na década de 1990. O grupo formado em 1995 começou sua carreira 1996 na Europa, o qual se tornaria o fenômeno da música pop nos Estados Unidos dois anos mais tarde em 1998, com seu álbum de estréia, *NSYNC nos EUA, com 11 milhões de cópias vendidas somente lá, criando assim vários hits que estouraram como Tearin’ Up My Heart. Pelos próximos dois anos eles foram encorajados, pela similar situação dos Backstreet Boys, empenhados à uma longa batalha contra o empresário Lou Pearlman e finalmente assinando pela Jive Records. Eles lançaram em março de 2000, o seu álbum mais esperado, No Strings Attached, o qual veio ser o álbum que vendeu mais rápido de todos os tempos com 2.4 milhões de cópias vendidas só na primeira semana[7] e produziu um single #1, It’s Gonna Be Me. O sucesso foi seguido pelo seu terceiro álbum, Celebrity, que segurou o titulo do segundo álbum que vendeu mais rápido de todos os tempos. Em 2002, depois da conclusão do Celebrity Tour e o lançamento de Girlfriend o terceiro single de Celebrity o grupo decidiu dá um tempo, o que foi um período crucial para Justin começar a trabalhar no seu primeiro álbum solo. Nesse meio tempo o N Sync ficou famoso pelos shows aonde eles fizeram, como no Academy Awards[8] , na Olimpíada[9] e no Super Bowl[10] tão bem quanto seus mais de 50 milhões de álbuns vendidos em todo mundo, tornando ‘N Sync a terceira boy band que mais vendeu da história.

2002–2004: Justified e Super Bowl

Em agosto de 2002, depois de alguns meses de gravação do álbum, Timberlake se apresentou no MTV Video Music Awards, com a música dançante, “Like I Love You“, que foi produzida por The Neptunes. A canção alcançou o número onze na Billboard Hot 100. Seguindo o single, Timberlake lançou seu primeiro álbum solo, Justified, em 5 de Novembro de 2002. Estreou no número dois na parada de álbuns da Billboard 200, vendendo 439,000 cópias na primeira semana do seu lançamento. Eventualmente foram vendidos mais de três milhões de cópias nos Estados Unidos e mais de sete milhões no mundo todo.[11] O álbum foi aclamado pela crítica, devido ter bastante R&B contemporâneo influenciado pelos produtores de hip-hop, The Neptunes e Timbaland. Seus hits fizeram bastante sucessos do final de 2002 até 2003, incluindo singles de top 10 como “Cry Me a River” e “Rock Your Body”.

Timberlake fez a sua turnê juntamente com a de Christina Aguilera, o Justified/Stripped Tour no verão de 2003. No final do ano, Timberlake gravou a música intitulada “I’m Lovin’ It”. Foi usada pela McDonald’s como tema da sua campanha publicitária, “I’m Lovin It” (no Brasil, o tema foi “Eu Amo Tudo Isso”). O negócio com a McDonald’s teve uma estimativa de $6 milhões pela venda do nome.[12]

Em fevereiro de 2004, durante o meio-tempo do Super Bowl, foi transmitido para uma rede televisão CBS, um show em que Justin se apresentou com Janet Jackson para uma audiência de mais 140 milhões de telespectadores. Ao fim do show, Timberlake tirou fora uma parte da roupa preta de couro que Janet estava usando, acompanhada pela parte da letra da música. A parte em que roupa foi tirada, expôs brevemente um seio de Janet. Timberlake se desculpou pelo incidente dizendo “desculpe-me por qualquer um que tenha se ofendido pela ‘má função do guarda-roupa’ durante o show do meio-tempo do Super Bowl…”.[13] A expressão “má função do guarda-roupa” (“Wardrobe malfunction” em inglês) tem sido usado pela mídia para se referir ao incidente e se integrou a cultura popular.

Com resultado da controvérsia, Timberlake e Jackson foram banidos do Grammy Awards de 2004 a não ser que aceitassem a pedir desculpas no evento. Timberlake aceitou e se desculpou quando recebeu o primeiro dos dois Grammys daquela noite (Melhor Álbum Pop por Justified e Melhor Performance Masculina por “Cry Me a River”). Ele também recebeu as nomiações de Melhor Álbum do Ano por Justified, Gravação do Ano por “Cry Me a River” e Melhor Rap/Colaboração por “Where Is The Love?” com o Black Eyed Peas.

2004-2006: Colaborações e atuação

Depois da controvérsia do Super Bowl, Justin colocou sua carreira de músico de lado e se esforçou para dar início na carreira de ator, tendo estreado em pequenas colaborações em filmes desde o começo de sua carreira músico.Seu primeiro papel durante esse tempo foi como um jornalista num suspense Edison Force, que foi filmado em 2004 e lançado em DVD em 18 de Julho de 2006. Ele também apareceu em filmes como Alpha Dog, Entre o Céu e o Inferno, Southland Tales, e fez a voz do Rei Arthur jovem no filme de animação Shrek Terceiro, lançado em 18 de maio de 2007. Ele também apareceu como um jovem Elton John, em seu clipe da músca “This Train Don’t Stop There Anymore“.

Ele continou a gravar com outros artistas. Depois de “Where Is the Love?“, ele continou a gravar com o Black Eyed Peas em 2005, na música “My Style” do seu álbum Monkey Business. Com Nelly, gravou a música “Work It“, que foi remixada e incluída no álbum de remix de Nelly de 2003. Quando estava gravando “Signs” com Snoop Dogg, ele descobriu um problema na garganta. Nódulos foram subsequentemente removidos de sua garganta numa operação em 5 de maio de 2005. Ele foi informado pra não cantar alto pelos poucos meses seguintes. No verão de 2005, Timberlake iniciou sua própria gravadora, JayTee Records.

2006-2008: ‘FutureSex/LoveSounds’

Timberlake fez uma pequena aparição no clipe do single “Promiscuous” de Nelly Furtado e Timbaland. Ele lançou seu segundo álbum solo, FutureSex/LoveSounds, em 12 de setembro de 2006. O álbum que Timberlake criou em 2005,estreou na primeira posição na parada da Billboard, vendendo 684,000 cópias na primeira semana. É o maior álbum de pré-ordens no iTunes, batendo recorde de Coldplay de maior venda de uma semana de um álbum digital. O álbum foi produzido Timbaland, Danja (que produziu o encarte do álbum), will.i.am, Rick Rubin e o próprio Justin.e contou com a participação dos vocais de Three 6 Mafia, T.I e will.i.am.

O single líder do álbum, “SexyBack“, foi apresentado na abertura do MTV Video Music Awards de 2006 e alcançou o número um na Billboard Hot 100, onde ficou sete semanas consecutivas.[16]My Love“, o segundo single do álbum, também foi produzido por Timbaland com a participação do rapper T.I, alcançou novamente o número na Hot 100, como seu terceiro single “What Goes Around…/…Comes Around“. Ele foi o convidado especial do Victoria’s Secret Fashion Show de 2006, cantando na abertura do desfile “SexyBack”. Em janeiro de 2007, Justin iniciou sua turnê; FutureSex/LoveShow. “Summer Love/Set the Mood Prelude” foi o quarto single do álbum, e o próximo foi “LoveStoned/I Think She Knows“. A música “Give It to Me“, um single de Timbaland com participação de Timberlake com Nelly Furtado, alcançou o número-um no Hot 100.

Em abril de 2007, Justin tem sido visto entrando em estúdios de Londres com Madonna, ele confirmou os rumores de que estava colaborando com a pop star. Revelou ainda; “estamos trabalhando em 5 ou 6 músicas realmente muito boas, algumas finalizadas, outras não e nós vamos voltar em julho pra terminar mais algum material”. Quando perguntaram se ele poderia cantar com Madonna, ele disse, “[p]ossivelmente, sim”.[17] O novo single produzido por Madonna, Timbaland e Justin se chama “4 Minutes“.

Em fevereiro de 2008, Timbelake foi premiado com 2 Grammy Awards. Na 50ª Cerimônia do Grammy Awards, Timberlake venceu nas categorias de Performance Pop Masculina prêmio por “What Goes Around…/…Comes Around” e Melhor Dança prêmio por “LoveStoned/I Think She Knows”.

 

 

 

 

Anúncios

~ por jtimberlake em março 27, 2008.

2 Respostas to “Justin Timberlake”

  1. Oi, este é um comentário.
    Para apagar um comentário, faça o login, e veja os comentários a esta mensagem. Lá, você terá a opção de editar ou apagar o comentário.

  2. aaaaaaaaa, ele é tudo de bom,
    eu amo tanto ele !!!!
    ee claro, faz um maior sucesso,
    e so traz alegria
    sua beleza, seu charme
    seu encantoooooooooooooooo *-*
    sempre, o melhorr (L)
    beijos, e
    adoreiii a materiiiia !!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: